Publicada 14/06/2021 às 10h | atualizada 14/06/2021 às 10h

Globo vende gravadora famosa por R$ 1,4 bilhão para a Sony Music

O Grupo Globo conseguiu vender um dos seus ativos mais famosos e com mais história no país, a gravadora Som Livre. A negociação é parte da reestruturação de o grupo está passando nos últimos anos para se tornar Uma Só Globo.

A partir desta quinta-feira (1º), o selo é parte do conglomerado da Sony Music Entretainment e o acordo financeiro gira na casa do R$ 1,4 bilhão. A transação ainda precisa ser aprovada pelo Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade), por se tratar de duas multinacionais que não podem monopolizar o mercado.

A nova dona continuará a usar a marca. “A Som Livre se tornará um centro criativo independente dentro da Sony Music que continuará a contratar, desenvolver e promover seu próprio elenco de talentos”, disse a Globo em comunicado à imprensa.

O CEO da empresa, Marcelo Soares, também permanece no cargo. Com 52 anos de história, a gravadora lançou nomes como Djavan, Rita Lee e os Novos Baianos e atualmente conta com Marília Mendonça, Jorge e Mateus, Israel e Rodolffo, Lexa e Wesley Safadão no casting.


VOLTAR