Publicada 19/10/2020 às 08h | atualizada 19/10/2020 às 08h

Lady Gaga diz que americanos "bebem o veneno da supremacia branca" ao nascer

Lady Gaga headshot, singer, graphic element on gray

Lady Gaga falou sobre racismo em entrevista à Billboard. De acordo com a cantora, o problema está tão enraizado na cultura americana que acaba afetando todos os estadunidenses.

"Quando você nasce neste país, todos nós bebemos o veneno que é a supremacia branca. Estou no processo de aprender e desaprender coisas que me ensinaram durante toda a minha vida", refletiu.

Mais especificamente sobre o Black Lives Matter, a cantora acredita que manifestações de artistas nas redes sociais em apoio ao movimento podem ser vistas como "ativismo performático", mas trata-se do começo de uma mudança na mentalidade na sociedade.

"O que eu acho sobre [postar] um quadrado preto? Acho que todo mundo tem um sentimento diferente sobre um quadrado preto. Eu acho que existe ativismo performático? Sim", disse ela.

"Eu acho que tem havido um ativismo verdadeiro que foi muito importante e necessário? Sim. Eu acredito que as vidas dos negros importam? Sim. Eu acredito que isso vai ficar mais forte? Sim. Eu acredito que deveria ficar mais forte? Sim", finalizou.

VOLTAR