Empresário do RN é condenado por comprar lancha, jet ski e apartamento de luxo com empréstimo destinado para ajudar negócios

27/06/2022 09:47:00

A Justiça Federal do RN condenou o empresário Fernando Ikeda a cinco anos e quatro meses de reclusão em regime semi-aberto por fraudado um empréstimo junto ao Banco do Nordeste. Segundo o autor da sentença. o juiz federal Walter Nunes, Fernando Ikeda conseguiu dois financiamentos junto ao BNB, que somavam R$ 9,9 milhões para aquisição de máquinas junto a empresas integrantes do seu próprio grupo empresarial, mas acabou foi comprando um apartamento de luxo, uma moto aquática e uma lancha.

Na sua decisão, o magistrado observou que “depois do recebimento, pela F IKEDA INDÚSTRIA DE ALIMENTOS LTDA., cada uma das parcelas do financiamento creditadas pelo Banco do Nordeste, o valor era imediatamente transferido para a conta da LPI – LINHA DE PRODUÇÃO INDUSTRIAL MÁQUINAS LTDA, como se correspondesse ao pagamento pelas máquinas adquiridas e às notas fiscais emitidas, em uma verdadeira operação simulada”.

Walter Nunes analisou que apenas R$ 435 mil, equivalentes a apenas 10,7% do valor total financiado, podem ter servido efetivamente para o pagamento das máquinas, que sequer eram novas.

“Tem-se, de um lado, duas empresas que contrataram financiamentos para, em tese, adquirirem equipamentos a outras duas empresas, que, ao fim e ao cabo, tinham o mesmo sócio de fato, mas que, apenas formalmente, foi substituído por “pessoas interpostas”. Além disso, as empresas do ramo de maquinário industrial devolveram 89% e 94%, dos recursos recebidos, àquelas empresas contratantes, ou aos seus sócios de fato”, escreveu o magistrado na sentença.

Deixe seu comentário

1 Comentário(s)


  • Ubaldo Jácome - jacomegama@bol.com.br
    Ainda bem que evoluiu, pois nas décadas de setenta e oitenta, a roubalheira era grande. Ouvi falar de empresários que recebiam investimento da SUDENE, e aplicavam na aquisição de fazendas e outros luxos. Quando acabou os incentivos, as empresas faliram e os empregados foram prejudicados.


Newsletter

Cadastre-se para receber as novidades direto no seu whatsapp.