Polícia encontra carro levado por assassinos de oficial da Marinha e suspeito é preso

27/06/2022 09:52:00

 Policiais recuperaram o veículo do tipo Nissan Livina, pertencente ao suboficial da Marinha, Ricardo Luiz dos Santos, de 57 anos, morto no domingo (26) durante um arrastão. O veículo foi abandonado em Mossoró, no Oeste do Rio Grande do Norte. O carro estava aberto e ainda com alguns objetos da vítima dentro.

Equipes do Instituto Técnico-Científico de Perícia e da polícia civil, realizaram a perícia no carro, no intuito de conseguir digitais que possam identificar os suspeitos que utilizaram o veículo, logo após do crime.

Ainda na noite do domingo (26), policiais da Ronda Ostensiva com Apoio de Motocicletas “Rocam” prenderam um suspeito de participação no crime. Ele foi detido no bairro Sumaré e conduzido para delegacia de plantão.

O CASO

Ricardo Luiz dos Santos, de 57 anos, suboficial da marinha, havia acabado de chegar de Natal para Mossoró, onde ia participar de uma confraternização com familiares neste domingo (26). No entanto, quatro bandidos chegaram atirando na residência onde ele se encontrava para fazer um arrastão e o homem acabou morrendo. 

O caso ocorreu no bairro Bela Vista, durante a madrugada. Segundo publicação de O Câmera, os bandidos estavam se escondendo no matagal e aproveitaram o momento em que um familiar da vítima saiu para pegar pertences em um carro estacionado na rua.

Ricardo presenciou a chegada dos bandidos e, ao tentar correr, foi baleado na calçada e ainda conseguiu fechar o portão principal, mas caiu sem vida entre o portão e a área da residência. 

Os bandidos arrombaram o portão menor, invadiram a casa, fizeram o arrastão e levaram pertences. O carro, documentos e a pistola da vítima foram tomados. 

Segundo familiares, Ricardo estava armado, mas não reagiu durante o assalto. 


Uma idosa de 71 anos também foi atingida pelos tiros e foi encaminhada para o Hospital Regional Tarcísio Maia. 

Ainda de acordo com a polícia, bandidos com as mesmas características fizeram outro arrastão em uma residência do conjunto Redenção. 

A equipe da Delegacia de Plantão, juntamente com o Instituto Técnico Científico de Perícia (Itep-RN), fez os procedimentos cabíveis na casa e identificou marcas de tiros no portão principal, bem como sinais de arrombamento no portão menor da residência.

Deixe seu comentário

0 Comentário(s)



Newsletter

Cadastre-se para receber as novidades direto no seu whatsapp.