Cutinhas: Apito sem vergonha, não tem briga, escambo, mistério e mais

14 de Maio 2024 - 23h13

Apito sem vergonha

Venho batendo nesta mesma chata tecla há muito tempo. Pois não é de hoje que nossas equipes são prejudicadas descaradamente, dentro e fora de casa, pelas arbitragens. As coisas costumavam ser mais descaradas quando se tratava de Copa do Brasil, e claro, ano passado, pênalti claro a favor do ABC, em casa, diante do Grêmio, não marcado; esse ano, o gol anulado do América contra o Corinthians. Mas essa roubalheira descarada se estendeu para todas as séries. O Potiguar perdeu seis pontos para o apito dos ladrões. O ABC sofreu contra o Atletic em Minas e foi assaltado em casa, na penalidade do Blade. O pior de tudo isso é que entra jogo e sai jogo e nossos dirigentes, ou presidente da FNF não fazem absolutamente nada. Nem mesmo uma representação para dizer:  estamos aqui! Vergonha!

Não tem briga

Não tem briga no elenco do ABC. Está tudo tranquilo, assim falou Francisco Diá. Eu sei, se algo de ruim estivesse acontecendo ele nada diria, mas é simples de entender o que se passa. O clube quer se livrar de alguns jogadores, no entanto, não aparecem interessados, pois todos se saíram mal até agora. Permanecendo, eles sabem que não vão jogar com o Roberto Fonseca e não devem estar felizes, portanto, nada mais natural que aconteça uma rusga, uma chateação, uma falta de interesse de um ou outro. Mas o clube está correto quando nas redes sociais diz "que não tem tempo de ficar lamentando", é trabalhar (foto) e esperar que algo mude. Difícil? É. Mas não tem outra alternativa.

O mistério sem justificativa

Eu até entendo a situação do América. Não concordo com esse silêncio, falta de informação, até mesmo coisas simples como imagens dos treinos, o tipo de trabalho realizado, a reapresentação após a derrota para o Santa Cruz. Até parece que perder é coisa do outro mundo, não é, faz parte, ou vocês mestres inteligentes da SAF não sabiam disso? E a falta de reforços, como se explica? Qual a justificativa que estão dando ao treinador Marquinhos Santos? Contudo, acredito que o clube não tem dinheiro, e além do que, me parece, têm receio de repetir os erros absurdos cometidos no ano passado com tantos maus jogadores contratados a peso de ouro. Basta ver o exemplo do fraco Matheuzinho.

Matheus ressurge?

Uma boa notícia vindo de Mossoró, repassada pelo radialista colega Jaedson Freitas. Ele falou do bom momento do Matheus Matias e da demonstração de comprometimento do atleta. O centroavante, bom de bola, foi contratado pelo Corinthians quando despontou no ABC, não se firmou, foi emprestado para vários clubes e nunca mais acertou. Quem sabe, em Mossoró, ele se reencontre. É nossa torcida.

Vale a pena o escambo?

Mállyk Nagib trouxe no Jogo Rápido a possibilidade de troca-troca entre ABC e América. Pode se dar, claro, que pode, mas não vejo vantagem para nenhum dos dois. O América não vai negociar seus melhores, e os disponíveis são de dar dó. Os do ABC, da mesma forma. Quem poderia acrescentar algo do time rubro? Só se o ABC pegasse Henrique e Fernando e o time rubro Bebeto e Randerson.

Libertadores

Na Libertadores, apenas Atlético Mineiro, Fluminense  e Palmeiras são líderes dos seus grupos. O Flamengo está na terceira posição e se obriga a vencer seus próximos compromissos - Bolivar e Milionários - para sua sorte, os dois em casa. O Botafogo tem situação indefinida, é segundo; São Paulo tranquilo em segundo, mas com boa vantagem sobre o terceiro e o Grêmio tem seus jogos adiados.

Sul-Americana

Na Sul-Americana, o Fortaleza é líder do seu grupo e temos o Athletico em confortável situação e, para mim, candidato ao título; Inter estava bem, mas teve que parar, e ainda temos Corinthians, melhorando, com Bragantino e Cuiabá também com boas chances de classificação.

Show do Vini

Com a vitória de 5 a 0 sobre o Alavés, nesta terça-feira, o brasileiro Vinícius Júnior, autor de dois gols,  chegou a 23 gols na temporada e, com isso, igualou a sua maior temporada artilheira pelo Real Madrid, na campanha passada. Ou seja, a tendência é que Vini quebre um novo recorde com o manto merengue.

Galo perde

Acabou a invencibilidade do Atlético-MG na CONMEBOL Libertadores. Jogando fora de casa, o time mineiro perdeu para o Peñarol por 2 a 0 pela 5ª rodada. Lucas Hernández e Maxi Silvera marcaram os gols no estádio Campeón del Siglo. Já com classificação garantida, o Galo ainda não conseguiu assegurar também a liderança do grupo G, com os carboneros ainda podendo ultrapassá-los. O Galo fez um jogo muito abaixo do que pode realizar.

Deixe o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado

Notícias relacionadas

Últimas notícias